ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Café com alma

Viagem de Paco Toro e Miguel Muñoz na República Democrática do Congo, representando um grupo de empresários espanhóis, para avaliar a viabilidade de um projeto conjunto para a produção e comercialização de café.

por Isaías Hernando

160305 cafe congoQuatorze horas e apenas 500 km separam a cidade de Lukula da capital do Congo, Kinshasa. Uma viagem longa mas interessante, que começou com o sinal  da precariedade: as malas que levávamos com medicamentos e roupas se perderam durante uma escala em Douala e chegaram após cinco dias.

Ao longo do caminho foi possível ver uma bela vegetação, exuberante, mas não vimos nem mesmo um trator, nem uma instalação agrícola bem equipada. Existem também algumas plantações de café, mas semi-abandonadas devido às flutuações no preço das matérias-primas nos mercados internacionais. Apesar da alegria característica, da acolhida e da enorme riqueza cultural, os agricultores desta região do Congo e suas famílias vivem como podem, em meio as grandes privações e necessidades.

O primeiro contato com a realidade desses agricultores foi em160305 cafe congo02  Nairobi, no congresso internacional de Economia de Comunhão(EdC) em maio de 2015, durante uma conversa entre os empresários espanhóis que participavam do congresso e Corneille Kibimbwa e outros responsáveis da EdC na República Democrática do Congo.

Imediatamente nasceu a ideia de criar uma empresa de EdC na Espanha capaz de importar o café produzido por esses agricultores destinando os lucros para melhorar a condição de vida precária deles.

Agora, tocando com as mãos a situação, 160305 cafe congo04comprende-se melhor o desafio desse projeto e ao mesmo tempo a sua importância para a dignidade e a vida dessas pessoas, de suas famílias e seus vilarejos. Na realidade se trata de um verdadeiro projeto de desenvolvimento humano. Para implementar o projeto, precisaremos do envolvimento ativo de algumas pessoas da região empenhadas com a EdC , que poderiam, entre outras coisas, criar uma empresa irmã no Congo e assim coordenar as atividades na origem.

A EdC no Congo, graças ao trabalho de difusão desenvolvido e a sua particular sintonia com a cultura africana, teve um forte crescimento nos últimos anos160305 cafe congo05. No dia 23 de janeiro, Paco Toro e Miguel Muñoz tiveram a oportunidade de encontrar esses empresários e constatar o dinamismo e a capacidade de acolhida deles, mas além disso puderam falar sobre a parte concreta do projeto: “Somos uma família, irmãos que dividem o espírito da Economia de Comunhão”.

Numerosos contatos com as autoridades locais e nacionais, abrem novas perspectivas, foi assim que se 160305 cafe congo03concluiu a viagem do café, que foi principalmente uma experiência de fraternidade profunda.

"Agora precisamos tomar algumas medidas práticas, como escrever um plano de negócios e constituir a empresa de EdC espanhola, que já tem atrás de si um grupo de promotores."

A estreita relação e cooperação mútua que se instaurou entre a EdC espanhola e congolesa já é em si um bom resultado desta viagem. E é também um prelúdio para a realização de novos projetos em conjunto. 

Image

ARQUIVO DE ARTIGOS

Lìngua: PORTUGUÊS

LIVROS, ARTIGOS & MEIOS

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

© 2008 - 2021 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it